Cidadania Italiana via Judicial – Joshua Cidadania Italiana via Judicial –
Sem Categoria

Cidadania Italiana via Judicial

3 min

O processo para a emissão da Cidadania Italiana tem diferentes caminhos possíveis, desde o tradicional através da Comune Italiana, pelo Consulado brasileiro, ou um mais fácil e rápido, o Judicial. Quando se faz a aplicação no Consulado é possível enfrentar longas filas de mais de 10 anos, com burocracia e pouca visibilidade do processo, podendo até ultrapassar o prazo estimado. Já via Judicial, é uma alternativa mais rápida com prazo estimado de 2 anos, pela lei 730 dia a partir da data de protocolo do pedido, com prazo médio de 18 a 24 meses e o acompanhamento online do trâmite jurídico.

            Quando solicitado o processo da cidadania italiana via judicial, além dos benefícios já citados da agilidade e facilidade do processo, o requerente também não precisa se deslocar. Assim, caso você queira emitir sua cidadania, não precisará ir até a Itália para resolver, tendo um advogado resolvendo tudo para você junto da justiça italiana. E também é possível emitir a cidadania para diversas pessoas na mesma ação, fazendo o processo de uma vez só para uma família inteira. Por exemplo, é possível haver 30 ou até 40 requerentes na mesma ação! Tudo isso com a segurança de um profissional da lei cuidando do processo, a fim de garantir a idoneidade de todos os documentos e a validade do processo tanto no Brasil quanto na Itália.

Diferente do processo pelo Consulado, que se encontra saturado com mais de 100 mil casos aguardando atendimento segundo o Istat (Instituto Nacional de Estatística), a via Judicial permite que seu processo seja atendido em menor tempo legalmente. Com a inscrição consular, você já pode ter o atendimento profissional com advogados para adquirir a cidadania e já terá disponível o acompanhamento online do processo através do aplicativo da justiça italiana, que você pode encontrar disponível nas lojas de apps para o seu smartphone, App Store ou Play Store, com o nome Giustizia Civile. Lembrando que nesta via, é preciso fazer uma procuração judicial para que o advogado realize o processo todo no seu nome. Com isso em mente, é bom relembrar:

Quais os documentos para emissão da cidadania italiana?

  • Certidão de casamento;
  • Certidão de óbito (se houver) original e em inteiro teor;
  • Certidão negativa de naturalização (CNN);
  • Registro de Nascimento original (estratto dell’atto di nascita) do antepassado italiano;
  • Protocolo ou comprovante de inscrição no Consulado;
  • Procuração judicial.

Esta documentação deve ser traduzida e é a mesma para processos através do Consulado do Brasil, facilitando o processo para qualquer que seja o caminho escolhido. A diferença para a via judicial é a procuração que dará o direito ao advogado escolhido de continuar o processo em seu nome ou no nome da sua família. Quando o processo for para mais de uma pessoa, devem ser providenciados os respectivos documentos em inteiro teor para todos os requerentes com a designada árvore genealógica.

Lembrando que a Cidadania Italiana é um investimento não só para viagens futuras, mas para a vida toda. A via judicial, como já mencionado, também é um processo que pode ser compartilhado tanto em valores quanto em resultados. Dessa forma, é um investimento para toda a família, seja para mudanças profissionais, mudança de país e até um investimento para aposentadoria. E tais resultados ainda podem ser transmitidos por gerações.

Concluindo, a via jurídica permite adquirir a Cidadania Italiana de forma segura junto de profissionais da lei e da justiça italiana, sem a necessidade de viagens ou gastos extras. E mais rápido que o processo através do Consulado Brasileiro, em questão de 2 anos você e sua família já conseguem o Passaporte Italiano.

Quer saber mais sobre a Cidadania Italiana, os benefícios ou o processo? Estamos à disposição para ajudar com a sua decisão e suas necessidades, só entrar em contato com nossos profissionais.

Conheça mais no nosso blog